Tua graça me basta - Sérgio Saas

Mas o mal que eu não quero fazer

Esse eu faço Senhor

E o bem que eu tento fazer

Não consigo meu Deus

O meu interior tem prazer na lei de Deus

Mas quando sou tentado,

Erro vez após vez.

Misserável homem que sou

Não mereço viver

Pois o bem que eu quero não consigo fazer.


O mal que eu não quero esse eu faço Senhor

E o bem que eu tento não consigo meu Deus

Descobri que sou falho mesmo quando acerto

Um espinho na carne, um inimigo por perto

Mas aqueles que sob a graça estão

Favor não merecido não mais condenação

Dêem glórias a Deus pela graça dos céus

Diga o fraco sou forte no Senhor.

Comentários