Notícias da ultima assembléia da Aliança Batista Mundial

Como bom batista é muito bom saber que Deus continua sendo a voz ouvida em nossas organizações.
Estou reproduzindo porque acho que como eu, outros também não tem acesso as notícias da ABM.

.Escrito em 04/08/2010 as 05:54 por Mantenedor da Fé


Assembléia da Aliança Batista Mundial

na Categoria Certeza da Fé por enquanto sem comentários

No Domingo passado (dia 1º de Agosto de 2010) encerrou-se no Centro de Convenções do Hawaii em Honolulu, a 20ª Assembléia da Aliança Batista Mundial que congrega os Batistas de todo o planeta.
Esta Assembléia começou no dia 28 de Julho de 2010 e tem sua realização marcada para cada 5 anos, sendo que a anterior havia ocorrido em Birmingham na Inglaterra em 2005 e o próximo ficou definido para que ocorra na cidade de Durban na África do Sul em 2015.

A Aliança Batista Mundial não é um órgão diretivo dos Batistas, ao contrário, ela é uma instituição de serviços para todas as Igrejas Batistas. A eleição da diretoria é por voto direto dos representantes das Convenções afiliadas e o novo presidente é o americano Pr. John Upton, que atualmente é o diretor executivo da Baptist General Association of Virginia (Associação Batista Geral da Virgínia) e da Virginia Baptist Mission Board (Junta Batista de Missões da Virgínia).
Upton será o presidente da organização entre 2010 e 2015 e sucederá neste cargo o inglês David Coffey que estava no cargo desde 2005.

Após o anúncio da escolha, o diretor executivo da BWA, Neville Callam, expressou todo o seu apoio a Upton:
“Deus preparou John para esta posição, quando dirigiu os batistas da Virgínia desde 2001, período no qual os batistas da Virgínia estiveram na vanguarda do testemunho cristão e das missões”.

Com o tema: “Ouça ao Espírito” esta Assembléia foi marcada desde sua abertura por claras declarações de que nós Batistas não queremos nos contaminar com o Mundo, aceitando ventos estranhos e orgulhos humanos que nos impeçam de fazer tudo exatamente como o Espírito Santo nos dirige.

No discurso de abertura, o então presidente David Coffey declarou:
Desde o seu nascimento virginal até o seu ministério poderoso de ensino, pregação, cura e perfeita obediência ao desígnio de Deus, o Espírito Santo repousava sobre Jesus Cristo… O Espírito Santo foi essencial para o nascimento, a identidade e a missão do ministério de Jesus, então, por que é que tantas igrejas optam por ir sozinhas?
Ele ainda completou com:
A essência do ministério do Espírito Santo é trazer a presença de Cristo ao seu povo. Seu propósito é que Jesus seja conhecido, amado, respeitado e glorificado… O Espírito de Deus chama-nos a atenção para o Filho de Deus, exaltando a Cristo e tornando-Lhe conhecido. Para ser o povo de Deus, como Ele nos chamou para ser, os Batistas devem sempre continuar a ser capaz de testemunhar o Espírito Santo que vive dentro de nós. Se os Batistas optarem por seguir os seus próprios métodos e tempos ao invés de seguir a Deus, nós não conseguiremos seguir nem os passos dos nossos antepassados. Lembrem-se do exemplo dos primeiros batistas Ingleses John Smyth e Thomas Helwys, da missionária Lottie Moon e do líder dos direitos civis Martin Luther King Jr.

Amigos, o povo de Deus nunca será um povo pequeno. O mundo pode nos desprezar e nos odiar.O mundo pode nos perseguir e quer nos destruir. O mundo pode tentar, mas não poderá nos vencer. Porque a verdade é que o mundo vai deixar o campo de batalha derrotado e as pessoas que estarão em pé serão aqueles que puderem exclamar:” O Espírito do Senhor está sobre mim, porque me ungiu. “

O líder da União Batista Jamaicana, Karl Johnson, ressaltou um importante ponto da realidade atual do Mundo em que vivemos, ele afirmou:
Pregação deve ser um negócio perigoso, porque os pregadores fiéis se atrevem a emitir a mensagem de Deus, independentemente das conseqüências. Temos que estar firmes no nome de Jesus Cristo e isto será sempre uma tensão contra um mundo que está de cabeça para baixo sobre as questões espirituais. Qualquer que seja a fonte de tensão contra nós, vamos permanecer firmes na convicção de que estamos aqui para ir aonde Deus nos enviar, fazer o que Deus nos convida fazer e dizer o que Deus diz-nos a dizer.

Os Batistas receberam como novos afiliados duas convenções nacionais de países que ainda estavam sem representantes na Aliança, e também a 18ª Convenção Batista dos Estados Unidos.

África

Os novatos são: a Baptist Fellowship of Zambia (BFZ – Comunidade Batista da Zâmbia) e a Baptist Churches in Vietnam (BCV – Igrejas Batistas do Vietnã). Criada em 1995 a Comunidade Batista da Zâmbia já possui 1500 igrejas e até o final de 2011 chegará a 2000 igrejas naquele sofrido país africano, já a Igrejas Batistas do Vietnã conta com mais de 30.000 membros naquele país asiático.
A terceira nova afiliada é a District of Columbia Baptist Convention (DCBC – Convenção Batista do Distrito de Columbia) se tornando a 18ª Convenção Batista dos Estados Unidos a se filiar à Aliança Batista Mundial.

Aqui no Brasil as duas maiores Convenções Batistas são afiliadas à Aliança Batista Mundial. A Convenção Batista Brasileira está na Aliança Batista Mundial desde a fundação desta entidade mundial e a Convenção Batista Nacional está na Aliança Batista Mundial desde que se organizou na década de 70-80 do século passado. Aqui no Brasil somos felizes por termos unidade na diversidade. mais de 90% das Igrejas Batistas em território pátrio são parte da Aliança Batista Mundial, mesmo tendo nossas diferenças conseguimos manter a unidade no Espírito Santo, submetendo-nos exclusivamente a autoridade máxima de nossas igrejas que é Jesus Cristo.

Ásia

Em todo o mundo somos agora 219 países representados por suas convenções nacionais e a representatividade de mais de 170.ooo.000 de membros de nossas igrejas e mais de 500.000.000 de pessoas atingidas diretamente pela atuação do Espírito Santo através de nós.

Comentários