Louvando o Senhor

Salmo 92:4
Tu me alegras, Senhor, com os teus feitos; as obras das tuas mãos levam-me a cantar de alegria.

Louvando o Senhor

Temos vários motivos para louvar o Senhor.
E neste salmo, em especial, vemos pelo menos 4 deles.

No verso 1, porque é bom cantar louvores a Deus. E, cá pra nós, nós só louvamos porque Deus é bom.
Deus tem sido bom conosco desde o início de tudo quando nos predestinou à salvação.
E mais, preparou toda a Terra para habitarmos com conforto e domínio sobre tudo que Ele havia criado.

No verso 4, porque Ele nos alegra.
Contemplar a beleza, complexidade ou simplicidade da criação é algo que nos algra profundamente, como a letra do hino "Quão grande és tu".

No verso 5, porque as obras de Deus são grandiosas.
E não poderiam ser diferentes, afinal Deus é grande, logo Suas obras não poderiam ser ínfimas. Nem as mais simples!

No verso 8, porque Deus é Altíssimo.
Essa qualidade O faz ser insondável.
E também impressiona porque ainda assim cuida de nós.

Vamos então para outra questão: Como louvá-Lo?
Podemos como no verso 1, cantando.
Abrir nossa boca e entoar cânticos, hinos, poesias...
Não importando se somos exelentes cantores ou não (não estou falando aqui dos que tem chamado para isso, é outra questão. E esses sim devem fazê-lo de forma correta e com grande dedicação).

Ou como no verso 3, tocando.
Fazendo uso do talento que deus deu. Bom, neste caso, se é desejo fazê-lo, que se faça da forma correta. Estude, se aprofunde. se dedique.

Também podemos/devemos fazê-lo como no verso 2, anunciando.
É bom que outras pessoas conheçam Deus por nós.
É também uma ordenança dEle: "Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura." Marcos 16:15

Louvar a Deus além de prazeroso nos traz alguns benefícios, vejamos:
No verso 12a, floresceremos como palmeiras.
Fala verdade: as flores proporcionam alegria quando se mostram exuberantes, não é mesmo?
Já vimos que Deus nos faz alegres, então devemos compartilhar esta alegria com os outros.

No verso 12b, cresceremos como cedro
O cedro é uma madeira forte.
Podemos entender que cresceremos forte, com consistência, constância, abundantemente, profundamente em conhecer o Senhor.

No verso 14, que até mesmo na velhice daremos frutos.
O que fazemos agora pode repercutir amanhã de forma boa pra vida de outros!
E nosso testemunho será marcante ajudando outros.

O melhor, no verso 15, vemos que Ele é nossa Rocha,
Em Deus nós podemos encontrar abrigo, refúgio, segurança.

Louvem!!!


Eduardo Leal

Comentários