Procurando paz?

João 14:27
Hoje em dia pouca coisa é tão almejada quanto a paz.

Vivemos dias difíceis com constantes notícias sobre assaltos, sequestro, assassinatos, espancamentos de crianças, mulheres e idosos. Disseminação do uso das drogas, etc.

Tudo isso nos faz clamar por paz!
Mas será possível encontrar a paz?

Se for, onde posso encontrar a paz?
Talvez pense que é possível encontrar a paz com seguranças privados, polícias civil e militar, forças armadas. Talvez, quem sabe, se fizer defesa pessoal encontraria a paz?
De fato essas opções podem nos trazer certa segurança.
Mas serás que sentir-se seguro somente é ter paz?

Será que posso encontra a paz verdadeira na riqueza?
Bom emprego, ou quem sabe o grande prêmio da loteria?
Essas coisas podem nos trazer bens,  cultura, proporcionar viagens...
Porém se houver perda do emprego, ou se houver uma grande crise financeira tudo pode ir por água à baixo.

Então, onde está a paz verdadeira?

No Evangelho segundo João 14:27 encontramos  Jesus dizendo: "Deixo-lhes a paz; a minha paz lhes dou. Não a dou como o mundo a dá. Não se perturbem os seus corações, nem tenham medo." NVI.
Amados, a paz verdadeira só encontramos em Jesus.
E com ela independe a nossa condição financeira, pois Deus está sempre cuidando dos seus (Salmo 37:25 "nunca vi desamparado o justo, nem a sua semente a mendigar o pão."). Ou se um fiel for assassinado, sua alma estará salva por Jesus.
Este é o ponto! Jesus garante salvação a todo aquele que nEle crê (João 6:37 "Todo o que o Pai me dá virá a mim; e o que vem a mim de maneira nenhuma o lançarei fora."), O segue (Mateus 11:28 "Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei.") e aprendem dEle (Mateus 11:29 "Tomem sobre vocês o meu jugo e aprendam de mim, pois sou manso e humilde de coração, e vocês encontrarão descanso para as suas almas.").
Nos tempos de Jesus a expressão "a paz" era uma expressão de saldação como nosso boa noite, bom dia ou boa tarde. Mas quando isso é dito por Jesus sai da dimensão de simples cumprimento. Ele realmente dá a paz ao que crê.
E o que crê, mesmo passando por dificuldades, tribulações, ou seja lá qual adversidade for, usufrui da verdadeira paz.

Eduardo Leal

Comentários