Andando no vale de trevas e morte


"Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, não temerei mal algum, porque tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me consolam."
Salmos 23:4

Alguma vez você já se sentiu desanimado, cansado, sobrecarregado?
Alguma vez você já procurou sair de uma situação adversa e ao olhar a sua volta não encontrou uma saída por seus problemas serem grandes demais?
Se você já passou por uma situação assim é por que você já passou por um vale em vida.

O vale pode ser um local muito fértil, ou pode ser um local muito sombrio.
É provável que esse seja o tipo de vale ao qual o salmista se referia quando escreveu o Salmo 23.

O versículo 4 do Salmo 23 deixa bem claro que é possível ao servo de Deus passar por momentos muito difíceis na caminhada cristã.

Pensando na metáfora usada pelo salmista, a saber o vale de sombras e morte, vem a nossa mente um local entre dois montes onde deve bater poco sol deixando o lugar com poucos recursos, já que para plantas crescerem é necessária a sua luz.

As vezes estamos assim: andando por um caminho onde o Sol da Justiça brilha pouco, onde os recursos são escassos, onde há pedras que podem rolar sobre nossas cabeças, onde as emboscadas são fatais.

Ainda assim o salmista demonstra confiança por que Deus está com ele.
Por ser esse um caminho que geralmente somos nós que escolhemos passar, Deus usa Sua vara para nos recolocar no caminho certo e Seu cajado para afastar de diante de nós todo o perigo.
Deus é bom.
Deus é fiel.
E sempre estará disposto a nos guiar de volta a Sua casa. Aleluia!

Graça e paz!

Eduardo Leal

Comentários

  1. Amém Irmão! Os nossos caminhos já foram planejados por Deus, muito antes de nascermos. Basta seguirmos a nossa trilha de luz repleta de vitórias e conquistas. Abraço, Thiago!

    ResponderExcluir
  2. Pena que as vezes nos desviamos de Seus caminhos.
    Mas Deus sempre se dispõe a nos colocar de volta nele.
    Que Deus te abençoe!
    Graça e paz!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Graça e paz!
Gostando ou não, se quiserem, comentem.