A mentira, o pecar e o arrependimento

A mentira, o pecar e o arrependimento


No dia 1º de Abril muitos comemoram o dia da mentira e ouvindo a Bandnews FM a colunista Inês de Castro usou a mentira como seu tema.
Em sua exposição colocou como negativa, ou não admissível, a mentira contada por sociopatas. 



O sociopata "é caracterizado por um egocentrismo exacerbado, que leva a uma desconsideração em relação aos sentimentos e opiniões dos outros.
Um sociopata não tem apego aos valores morais e é capaz de simular sentimentos, para conseguir manipular outras pessoas. Além disso, a sua incapacidade de controlar as suas emoções negativas torna muito difícil estabelecer um relacionamento estável com outras pessoas" (http://www.significados.com.br/sociopata/). 

A pior característica da sociopata (que é um transtorno mental como a psicopatia), segundo a colunista, está na sua personalidade manipuladora, pois ela não se importa o quanto sua mentira possa ferir fisicamente, psicologicamente ou emocionalmente sua vítima. É uma pessoa extremamente má!


E mentira também é um pecado. E no ato de pecar vou pensar com vocês.
Houve momentos em que homens de Deus cometeram pecado e essas experiências ficaram registradas para que não errássemos como eles. Mas, por outro lado, se cairmos temos um modelo a seguir rumo ao arrependimento.

Vejamos o caso de Davi - o homem segundo o coração de Deus.
O cara era casado, desejou uma mulher casada, adulterou com ela, foi responsável pela morte do esposo de sua amante. Davi foi um grande rei, general, estrategista. Mas como nós não era perfeito. Ao ser confrontado com seu pecado pelo profeta Natã (homem que de fato ouvia e cumpria a voz de Deus), enxergou seus erros, se arrependeu - ainda que não tenha se separado de Beteseba, a qual veio a ser a mãe do sábio rei Salomão - e pediu e alcançou o perdão de Deus, muito embora tenha sofrido as consequências do seu pecado.


Inês de Castro sugeriu que pensássemos nos malefícios da mentira.
Vou um pouco mais além: vamos pensar  no mal que o pecado - seja ele qual for - tem causado em nossa vida, na vida das pessoas que nos rodeiam e em toda a sociedade. Que estendamos mais as mãos pros que precisam se levantar e que sejamos menos hipócritas pois todos pecamos. E que tenhamos um coração aberto ao arrependimento como Davi.


Graça e paz!

Eduardo Leal


Comentários

  1. Estou a tentar visitar todos os seguidores do Peregrino E Servo, pois por uma acção do google meu perfil sumiu e estava a seguir o seu blog sem foto e agora tive de voltar a seguir, com outra foto. Aproveito para deixar um fraterno abraço e muita paz e saúde.
    António Jesus Batalha.

    ResponderExcluir
  2. Ok, irmão Antônio. Muito bom tê-lo aqui
    Graça e paz!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Graça e paz!
Gostando ou não, se quiserem, comentem.